terça-feira, 15 de janeiro de 2019

O amor...



"Que seu amor seja aquele que não lhe cause dores, não lhe cause arrependimentos, nem culpas, nem frustrações. Que não seja alguém que a diminua, que a esconda ou que a faça de escrava. Que seu amor seja aquela pessoa que a respeita, que ri com você, que a ouve, que a beije gostoso todos os dias, que a olhe como se fosse a primeira vez e que lhe diga sempre o quanto você é especial e incrível!"

Cris Souza Fontês


Aprendi com a maturidade que o amor próprio nos dá esse poder, e não aceitamos menos que isso para o bem da nossa própria relação!






4 comentários:

  1. Amor e Dor se conjugam e atraem. Não consigo entender de outra forma, pois sei que em seu peito ele sangra todos os dias!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Enquanto eu viver pulsarei o Amor que arde em meu peito!
      Não tenho medo de viver entre as linhas tênues do amar e sofrer. Eterna aprendiz!

      Excluir
  2. Texto escrito por um mulher sobre seu modelo de "amor", na verdade suas expectativas sobre um possível relacionamento amoroso, modelo parecido inclusive com o que a bíblia ensina.

    Esse tema é muito rico, tem muita coisa envolvida, pode trazer satisfação ou frustração a homens e mulheres.
    Penso que essa relação homem x mulher tem que ser administrada no cotidiano, "amor" nesse sentido também é um decisão. Assim como não trair alguém também é uma decisão.
    Mas é fundamental que além dos nosso desejos e expectativas sobre um possível alguém ou relacionamento pensemos também no que temos a oferecer ao outro, o que podemos oferecer num possível relação homem mulher, senão fica algo muito egoísta.
    Homem também pode ser extremamente frustrado quanto às suas expectativas num relacionamento. É uma questão bem ampla.
    Penso também que muitos confundem um pouco a questão sexual com uma relação afetiva. Hoje a sexualidade está muito em evidência, graças a cinema, novelas e mesmo ao comportamento das pessoas, fora a convivência quase contínua entre homens e mulheres.
    Hoje temos ao menos em tese uma maior oferta de possíveis parceiras ou parceiros. Maior oferta também podem gerar maior indecisão, comparação etc, que se não forem bem administrados podem minar qualquer relação.
    Redes sociais e apps de relacionamento são exemplos disso. Hoje em dia mais que nunca amor e fidelidade são decisões, porque as "distrações" são muitas.

    ResponderExcluir
  3. Quando penso em amor e fidelidade eu confesso que sempre acreditei que são decisões muito pessoais, porque na verdade as "distrações" são realmente muitas e sempre existiram e existirão, talvez hoje numa dose maior. Estamos sempre em busca de algo nos complete até percebermos que somos inteiros e aí quem vem faz com que tudo se torne mais leve e tenhamos sempre a vontade de ficar mais tempo juntos...

    Gratidão pela partilha de suas palavras... Foi importante essa inteiração e reflexão!

    ResponderExcluir